Trilho dos Pescadores – etapa 4 – Almograve a Zambujeira do Mar

Com 22km a etapa entre Almograve e Zambujeira do Mar é uma das mais longas do trilho dos pescadores. Mas não se assuste, é também uma das mais espectaculares, e tem ainda algumas agradáveis surpresas pelo meio.

O trilho dos pescadores vai desde São Torpes a Lagos, num total de cerca de 230km, praticamente sempre à beira-mar. São 13 etapas ao longo de dunas, falésias, praias, ligando bonitas aldeias e vilas costeiras alentejanas e algarvias. Uma das vantagens deste percurso é poder ser feito parcialmente, ou apenas um só dia, com relativa facilidade.

Neste artigo vamos-nos focar na etapa 4, que vai desde Almograve a Zambujeira do Mar, duas das mais conhecidas vilas do sudeste alentejano. Apesar de bem longa, não é dos dias mais duros, pois temos relativamente poucos km em areia, não é técnico e não temos grandes subidas e descidas.

Além de descrever todo o percurso e mostrar os maiores destaques desta caminhada, vamos explicar também toda a logística, o que levar, como ir, quando ir, onde comer, etc. Se quiser fazer vários dias, sugerimos que leia também o nosso artigo geral sobre o trilho dos pescadores.

Trilho dos Pescadores - etapa 4
Trilho dos Pescadores – etapa 4

Trilho dos pescadores – Almograve a Zambujeira do Mar – informação geral

  • Nome: trilho dos pescadores, etapa 4
  • Inicio: Almograve
  • Fim: Zambujeira do Mar
  • Distância: 22km
  • Tempo necessário – 7 horas
  • Dificuldade – moderada
  • Máx/min altitude: 80/0 metros
  • Ganho de altitude: 200 metros.
  • Tipo – linear
  • Sinalização (1-5) – 5, excelente
  • Destaques: Praia do Almograve, Cabo Sardão, Praia do tonel, Porto das Barcas, Zambujeira do Mar
  • Ciclável: Não
Trilho dos Pescadores - etapa 4 Almograve a Zambujeira do Mar
Trilho dos Pescadores – etapa 4 Almograve a Zambujeira do Mar

Nossa experiência no trilho

Esta etapa do trilho dos pescadores começa no centro de Almograve e segue para a magnifica praia do Almograve. Este é um dia bem longo, pelo que não é nada aconselhável ir para praia ao inicio do dia, por mais que esta seja tentadora. Aconselhamos igualmente a sair bem cedo, especialmente no verão, para fazer o máximo de caminhada antes do sol subir.

Em Almograve existem opções de pequeno almoço e mini mercado para se abastecer, mas notem que neste dia temos 2 pontos durante o percurso onde existem, cafés e restaurantes. Em Cavaleiro temos um bom cafézinho para lanchar (snack-bar Adélia), e em porto das barcas temos o restaurantes O Sacas, onde comemos maravilhosamente.

Como fazer o trilho de Almograve a Zambujeira do Mar
Praia perto de Almograve – Praia da Barca Grande

A partir da praia do Almograve, segue-se por um caminho em terra por quase 2km, sempre paralelo à linha do mar até chegar ao Porto de Pesca de Lapa das Pombas. A partir daqui acaba a boa vida, e começa a labuta, pois vamos entrar em zonas dunares, e com alguma ondulação. Mas não se preocupe, porque apesar da distancia não tão difícil como outros dias do trilho dos pescadores.

Ainda assim, esta é a parte mais dura desta quarta etapa, vamos caminhar em zonas com alguma areia, outras em terra pelo meio de pinhais perfumados. Não é técnico, nem tem subidas muito inclinadas, mas é ondulante. De qualquer forma, estes 6-7 km até chegar a Cavaleiro são das partes mais bonitas de todo o trilho dos pescadores. Aqui encontramos dunas vermelhas que parecem saídas de África, cegonhas a nidificar nas falésias, arribas imponentes, e durante a primavera imensa vegetação e sobretudo flores de todas as cores e feitios.

Caminhar a Etapa 4 do trilho dos pescadores
Trilho arenoso e com dunas vermelhas – Etapa 4 do trilho dos pescadores

Em Cavaleiro encontramos um primeiro ponto de paragem. Dado que estamos sensivelmente a meio da caminhada, é o local ideal para descansar um pouco. Logo à entrada da aldeia tem um pequeno snack-bar onde se pode tomar um segundo pequeno almoço, e mais a frente na aldeia tem também um restaurante se quiser almoçar mesmo.

Uma vez que sugerimos partir muito cedo, é possível que chegue durante a manhã a Cavaleiro e por isso a nossa sugestão passa por lanchar no snack-bar, descansar uns minutos e seguir caminho. Mais tarde, em principio chegará ao Sacas mesmo a tempo de almoçar.

Cavaleiro fica mesmo junto ao Cabo Sardão pelo que são apenas alguns minutos até lá chegar. A zona do Cabo Sardão é belíssima, com arribas imponentes e uma paisagem natural incrível. É também um excelente lugar para observação de aves.

Tudo sobre o trilho de Almograve a Zambujeira do Mar
Cabo Sardão com o farol

Depois do Cabo Sardão o caminho para o Porto das Barcas segue sempre por trilhos de terra, com uma paisagem bonitas mas que se torna repetitiva. O caminho segue quase em recta, completamente plano e em terra durante uns 6km. É bonito, mas definitivamente não tão interessante como a parte inicial do dia. Mas antes de chegar chegar ao Porto das Barcas temos mais uma surpresa, a Praia do Tonel.

A praia do Tonel é impressionante, tanto pelas enormes arribas que a rodeiam, como pela belíssima água transparente e areia branca. Mais impressionante é que apesar de parecer impossível à primeira vista, é possível descer cuidadosamente com ajuda de cordas. Se for aventureiro e não tiver medo de alturas…

Trilho Almograve a Zambujeira do Mar
Trilho dos Pescadores – etapa 4: impressionante praia do Tonel

Após a praia do Tonel estamos praticamente no porto das barcas, mas para lá chegarmos temos que descer um desfiladeiro bem íngreme, felizmente existem escadas, passadiços e até uma pontezinha de madeira. O Sacas fica a meio da subida do Porto das Barcas e asseguramos que aquele período que passamos na esplanada a almoçar soube-nos pela vida. Tanto pela qualidade da comida como pelo local. O facto de termos caminhado por quase 20km e estarmos cheios de fome também pode ter ajudado um pouco…

Do Porto das barcas até à Zambujeira do Mar são mais uns 4 km, à beira da estrada. Existe um passeio de madeira que torna a caminhada mais agradável do que seria de esperar. Além do mais a meio existe uma pequena saída para uns passadiços que vão pelo meio da mata, até um miradouro e um torre de observação de aves. De lá pode-se observar imensas aves.

Antes de entrar na Zambujeira o trilho volta a sair da estrada e dá umas voltas pelos penhascos, praias, e miradouros da zona norte da Zambujeira. Se estiver muito cansado pode simplesmente ir directo para a vila, mas vai perder cenários sensacionais.

Almograve a Zambujeira do Mar, trilho dos pescadores
Porto das barcas no percurso de Almograve a Zambujeira do Mar, trilho dos pescadores

Sobre o Almograve

O Almograve é uma pequena aldeia muito popular no verão devido à sua fabulosa praia. É uma excelente opção para quem gosta férias de praia e relax, mas também para quem gosta de caminhadas pois além desta tem várias outras opções. No últimos anos, o Almograve (e outras aldeias da região) tem recebido imensos imigrantes nepaleses e indianos para trabalhar nas muitas quintas e estufas da região. Assim, não se surpreenda se os vir de manhãzinha e ao final da tarde a passear ou a caminho do trabalho.

Apesar de ser bastante menor que VN Milfontes e até que a Zambujeira do Mar, tem vários restaurantes, cafés e mini mercados onde se pode abastecer. Como a vila é pequena, são muito fáceis de encontrar. Outro ponto positivo é que os mini mercados funcionam também como cafés, e abrem bem cedo, às 6h00, pelo que pode-se tomar o pequeno almoço e abastecer para o trilho de uma vez.

Informação sobre a etapa 4 do trilho dos pescadores
Praia de Almograve

Onde ficar no Almograve?

Dada a sua popularidade, existem diversas opções de alojamento, pelo que não deverá ter dificuldades em encontrar um lugar para ficar. Quando fizemos este trilho ficamos na Casa das andorinhas, e achamos ser uma boa opção de baixo custo mas com bastante conforto. Fica no centro de Almograve e perto de tudo o que precisa. Clique aqui para ver mais informação.

Onde Comer no Almograve?

Existem diversos restaurantes no Almograve, pelo que não terá problemas em encontrar onde comer. Os restaurantes mais conhecidos são talvez o Torralta e o Lavrador, onde pode apreciar pratos típicos portugueses e alentejanos.

No entanto, quando fizemos o trilho decidimos ir foi o Mar Azul, um restaurante Nepalês/Indiano aproveitando a nova realidade desta região. Como gostamos muito deste tipo de cozinha, mas nunca tínhamos experimentado Nepalês foi bastante agradável e a qualidade da comida é muito boa.

Percurso de Almograve a Zambujeira do Mar
Comida Nepalesa do restaurante Mar Azul de Almograve

Sobre a Zambujeira do Mar

A lendária Zambujeira do Mar é uma das mais conhecidas vilas costeiras do Alentejo, e até de Portugal. É um local onde o natural das praias e arribas se une com as construções humanas com harmonia pouco usual. É assim um óptimo destino em si mesmo mas também excelente destino final para este trilho.

Caso esteja a fazer várias etapas do trilho dos pescadores, é também um bom lugar para tirar um dia de descanso e usufruir das belas paisagens e praias das redondezas. Como vila-resort que é, existem imensos restaurantes, cafés e opções de alojamento.

Existem também diversos mini mercados e cafés que abrem bem cedo pelo que não terá problema em tomar o pequeno-almoço cedo e comprar mantimentos para os dias seguintes.

Como fazer o tilho de Almograve a Zambojeira do Mar
Zambujeira do Mar, Vila Costeira do Alentejo

Onde ficar na Zambujeira do Mar

Como seria de esperar a Zambujeira tem imensas opções de alojamento, sobretudo hostels e alojamentos locais. Para quem está a fazer o trilho dos pescadores, o ideal é ficar bem no centro para não ter de adicionar ainda mais caminho ao trilho.

Nós ficamos no Nature Hostel e é uma boa opção pois é bastante confortável, temos acesso à cozinha e frigorífico e fica mesmo no centro da Zambujeira, perto da praia e do trilho. Veja mais informação clicando aqui.

Onde comer na Zambujeira do Mar

Não faltam lugares onde comer nesta pequena vila, desde cafés e snack-bares até restaurantes. Se quiser uma refeição com mais sustância, o lugar a ir é sem dúvidas o Costa Alentejana, pois é o melhor e mais conhecido restaurante da vila. Por outro lado, se quiser tomar uma bebida e comer algo leve, e ver um por do sol maravilhoso o Restaurante Rita, fica em frente ao mar e tem vistas deslumbrantes.

Almograve a Zambujeira do Mar a pé
Praia de Zambujeira do Mar

Melhor altura do ano para fazer o trilho dos pescadores

A melhor altura do ano para caminhar o trilho dos pescadores é a Primavera, nomeadamente em Abril / Maio. Alternativamente, o final do Verão e inicio de Outono será também excelente, sobretudo porque o mar estará com temperaturas bem mais agradáveis e esta etapa tem imensas praias convidativas.

No entanto, entre a Primavera e o Outono, a nossa preferência vai para a Primavera sobretudo porque é quando a vegetação está mais bonita, com flores selvagens por todo o lado. Em ambos os períodos os dias serão longos, e com temperaturas mais agradáveis para longa caminhadas.

No Verão temos o problema do calor, e é realmente um problema. Notem que quase toda a caminhada é feita ao sol, sem sobras ao longo do percurso nem grandes hipóteses de fugir do sol pois a vegetação é sobretudo rasteira. Por outro lado, temos a vantagem da água do mar estar também mais quente.

Durante o Inverno, o frio, a chuva e o vento podem tornar o trilho bem duro e menos agradável. No entanto, nunca o fizemos nesta altura.

Trilho dos Pescadores - etapa 4 -  Almograve a Zambujeira do Mar
O farol do Cabo Sardão – Trilho de Almograve a Zambujeira do Mar

Quem pode fazer o trilho?

Este é um trilho para pessoas com alguma resistência física, habituadas a caminhadas e sem qualquer problema de mobilidade. A idade não deverá ser um factor, mas sim a capacidade física. Desaconselhamos que faça com crianças pequenas, pois poderá ser um pouco duro demais, mas adolescentes e talvez pré-adolescentes habituados a fazer exercício consigam fazer esta etapa.

Notar que por vezes o percurso é feito junto a arribas e desfiladeiros pelo que pessoas com medo de alturas ou vertigens poderão ter problemas em certas partes.

Trilho dos Pescadores - etapa 4 -  Almograve a Zambujeira do Mar
Vário ninhos de cegonhas em cima da falésia perto de Zambujeira do Mar

O que levar?

Este trilho é uma das etapas de um trilho maior, o trilho dos pescadores. É importante diferenciar se vai fazer apenas esta etapa ou vários dias. A regra geral é nunca fazer caminhadas com mais de 10% do nosso peso, mas se estiver a fazer um percurso de vários dias, temos de ter especial atenção ao que levar pois quanto menos peso melhor.

Caso decida fazer vários dias aconselhamos que veja este artigo sobre o trilho dos pescadores. Se vai fazer apenas esta etapa entre Porto Covo e Vila Nova de Milfontes sugerimos que leve:

  • Muita água (no mínimo 2l por pessoa) – leve sempre água para todo o dia pois nunca se saber se poderá alguma algum imprevisto.
  • Snacks para se alimentar durante o dia. Nesta etapa existem 2 boas oportunidades para lanchar e almoçar, mas leve sempre alguma coisa para comer.
  • Calçado de caminhada confortável – Faça a caminhada com calçado de caminhar ou correr. Nós usamos sapatilhas de corrida, mas há quem sugira usar calçado de caminhada. Sapatilhas têm a desvantagem de precisar de tirar a areia regularmente, mas a vantagem de ser bem mais frescas; Seja como for, não use os chinelos para fazer as caminhadas, é muito tempo e vai tornar-se desconfortável.
  • Roupa leve e confortável;
  • Não esquecer de levar pelo menos uma camisola mais quente ou hoodie pois de manhãzinha pode fazer bem mais frio do que espera, nomeadamente fora do Verão.
  • Roupa de banho, óculos de sol, chapéu e protector solar, por razões óbvias
  • Câmera e telemóvel, pois existem muitas oportunidades para tirar belas fotos. Telemóvel também para ser usado como GPS.
  • Mochila para levar tudo isto;

Como sempre, por favor não faça lixo. Traga tudo o que levar consigo.

Para quem vai fazer vários dias é importante notar que existem empresas de transferes que levam as malas para o destino. Assim se quiser levar ainda menos peso, esta pode ser uma boa hipótese. Veja aqui.

Almograve a Zambujeira do Mar- trilho dos Pescadores - etapa 4 -
Cenário na etapa 4 do Trilho dos pescadores

Sharing is caring!