Dicas para fazer a Ecovia do Vez (inclui os Passadiços do Sistelo)

O aldeia do Sistelo e a Ecovia do Vez são uma sugestão perfeita para quer fazer uma escadinha de 2 dias no norte de Portugal. Combina uma mais bonitas aldeias de Portugal com o melhor trilho da região. Além disto, nesta região há boa comida, praias fluviais, e muito mais! Vamos então explorar o que o Sistelo e a Ecovia do Vez têm para nos oferecer.

O que é a Ecovia do Vez?

A ecovia do vez é um trilho de 32 Km que segue o percurso do rio Vez desde Sistelo até à sua foz no Rio Lima e depois mais alguns km pelo Lima. Começa (ou termina) em Jolda S. Paio, e termina (ou começa) no Sistelo. Apesar de ser perfeitamente possível fazer a ecovia em ambas as direcções. A Ecovia está dividida em 3 etapas:

  • Etapa 1 – Jolda S. Paio a Arcos de Valdevez – Cerca de 12.5 km
  • Etapa 2 – Arcos de Valdevez a Vilela – Cerca de 10.2 km
  • Etapa 3 – Vilela a Sistelo, Cerca de 9.8km

A terceira etapa é muitas vezes chamada de Passadiços do Sistelo e é claramente a mais bonita. Notem no entanto que o percurso em passadiço é apenas uma parte dos quase 10 km. Além do mais, é também a mais inclinada. Tal como já dissemos em cima, aconselhamos que faça na direcção Sistelo – Vilela pois é claramente mais fácil e consequentemente mais agradável. 

O que fazer no Sistelo?

O que esperar da Ecovia do Vez?

Na nossa opinião, este é um dos trilhos mais bonitos do país. A etapa entre o Sistelo e Vilela é de tirar a respiração, com muitas pequenas cascatas (de inverno) a cair sobre o rio Vez, com alguns rápidos no rio, e obviamente com os famosos terraços do Sistelo. A segunda parte do percurso é também muito bonita, e à medida que o Vez se torna maior e mais calmo, podemos ver como limpo e transparente é. Ao longo desta fase, existem também imensas oportunidades de mergulhar e nadar no rio, se o dia estiver quente.

Este trilho segue o percurso do rio Vez, atravessa a cidade de Arcos de Valdevez, e faz-nos caminhar em lugares que de outra forma seriam inatingíveis. Passa-se pela ponte medieval de Vilela, nadar nas muitas praias fluviais do vez ou simplesmente ficar maravilhado com a água cristalina do rio Vez. Podemos também aproveitar para apreciar os vários diques e represas que seguram a água, bem como os antigos moinhos construídos para aproveitar a energia do rio. No final (ou no início) temos a cereja no topo do bolo, a aldeia do Sistelo e os seus famosos terraços!

Passadiços do Sistelo na Ecovia do Vez

Como fazer a Ecovia do Vez?

A melhor forma, ou pelo menos a nossa favorita, é deixar o carro em Arcos de Valdevez e apanhar um táxi para o Sistelo. Do Sistelo, caminhamos de volta para Arcos de Valdevez. É perfeitamente possível fazer o percurso Sistelo – Arcos de Valdevez (partes 2 e 3) em apenas um dia. A maior dificuldade é a distância, pois na direcção que sugerimos o percurso é sempre descendente ou plano. Caso ainda queira fazer a parte 1, pode fazê-la no dia seguinte.

No entanto, uma das coisas boas da ecovia do vez é que se achar que 20km é demasiado (o que é compreensível) pode apenas fazer a parte 3, e aí são “apenas” 10km. Por outro lado, se estiver numa forma física invejável, pode tentar fazer os 32 km num só dia, mas será com certeza uma longuíssima caminhada. Honestamente nunca fizemos os 32 km num só dia, parece demasiado tempo a caminhar, o que nos deixará pouco tempo para explorar o resto. 

Por último, se não quiser caminhar tanto assim, e apenas estiver na disposição de fazer 3 ou 4 km, existe um caminho circular no Sistelo, que desce cerca de 2km das ecovia, e uma pequena parte dos passadiços dos Sistelo, atravessa o rio, e dá a volta pelo outro lado do rio. É um percurso bem agradável, bonito e talvez mais aconselhável com crianças ou pessoas que não estão habituadas a caminhar, mas claro que é apenas uma pequena amostra do que são os passadiços do Sistelo e a Ecovia do Vez. 

Ponte Romana da Vilela, um dos pontos altos da Ecovia do Vez

Quanto custa fazer a Ecovia do Vez?

A Ecovia é completamente grátis. Não existe controlo de entradas, nem bilhetes.

Qual a dificuldade da Ecovia do Vez?

As etapas 1 e 2 são praticamente planas, e muito fáceis. A única dificuldade é a distância. A etapa 3 é um pouco mais difícil, mas nada de outro muito. Além do mais, se fizer a partir dos Sistelo, é praticamente sempre a descer, o que a torna bem mais fácil.

No entanto, se estivermos a falar de fazer toda a ecovia do Vez em apenas um dia, então o nível de dificuldade será moderado a difícil. Estamos a falar de 32.5 km. É muito km para pessoas que não estão habituadas a trilhos longos, pelo que se pode tornar bem complicado.

How long does it take to do Ecovia do Vez
O belíssimo rio vez e os passadiços ao lado na etapa 2

Quanto tempo demora a fazer a Ecovia do Vez?

Nunca fizemos a totalidade da Ecovia. Fizemos as etapa 2 e 3 completamente e uma parte da etapa 1. A etapa 3 (passadiços do Sistelo) demorou-nos cerca de 3 horas, enquanto que a etapa 2 apenas 2h30 minutos. Notem que tendencialmente fazemos muitas paragens nestes trilhos, para tirar fotos, apontamentos para o site, e obviamente comer e beber. É portanto perfeitamente possível fazer um pouco mais rápido, retirando pelo menos 30 minutos em cada etapa, mas isto não é uma corrida, qual é o objectivo de fazer tudo a correr e não tirar partido do lugar…?

Quem pode fazer o trilho?

Este trilho pode ser feito por qualquer pessoa, incluindo crianças e idosos, desde que possam fazer caminhadas longas. É um excelente trilho para se fazer em família, até porque existe a possibilidade de fazer apenas o percurso no Sistelo de que falamos anteriormente, ou uma parte de cada etapa. Existem bastantes entradas no trilho e assim podem entrar e sair quando quiserem.

O que levar para a Ecovia do Sistelo?

Dependendo do que tem em mente, esta pode ser uma caminhada curta, média ou longa… No entanto, e em qualquer dos casos sugerimos que levem:

  • Sapatilhas para caminhar
  • Pequena mochila onde pode levar as suas coisas
  • Bastante água e snacks – notem que é uma caminhada pela natureza, existem poucas oportunidade para comprar mantimentos. Dá para comprar no Sistelo e em Arcos de Valdevez, mas é isso.
  • Refeição –  se for fazer mais do que uma etapa, vai precisar de se alimentar convenientemente
  • Protector solar, óculos de sol, e fato de banho no verão
  • Roupa quente e de chuva no Inverno.
tudo sobre os passadiços do Sistelo

Coisas a ter em atenção quando fizer a caminhada

  • Por favor não faça lixo, nem deixe lixo no chão.
  • Tomem nota à sinalização. O trilho está muito bem sinalizado, e é muito fácil de seguir.
  • Evite fazer o trilho sozinho. A Ecovia é perfeitamente segura, mas em determinadas altura pode ser quase deserto. Se acontecer um acidente, pode não passar ninguém por si durante algumas horas, especialmente no Inverno.
  • Respeite a propriedade privada.
  • Tenha em atenção ao Gado.
  • Respeite todos os animais e plantas. Não traga nada consigo.

É possível fazer a Ecovia do Vez de Bicicleta?

Sim, incrivelmente é possível fazer a Ecovia do Vez de Bicicleta (mas não de mota). Apesar de possível, e até agradável em grande parte do percurso (etapas 1 e 2), na etapa 3 as coisas complicam-se. Quando mais próximo do Sistelo, mais difícil, além de muito íngreme, o solo vai ficando cada vez mais cheio de rochas e raízes de árvores. Terá com certeza de sair da bicicleta e caminhar algumas vezes, mesmo que esteja habituado a fazer BTT.

Ecovia do Vez de bicicleta ou a pé

Se está a pensar fazer de bicicleta a nossa sugestão é que faça as etapas 1 e 2, pois é solos é bem mais suave e plano. Agora que estou a pensar nisso, temos que tentar fazer a Ecovia de Bicicleta!

Sistelo

O Sistelo é uma pequena aldeia no concelho de Arcos de Valdevez, no norte de Portugal. Arcos de Valdevez é uma das portas de entrada no Parque Nacional da Peneda Gerês, no entanto, nem a Ecovia, nem o Sistelo ficam dentro do parque nacional. Apesar de ser bastante pequena, o Sistelo tem alguns pontos de referência, coisas para fazer e explorar, sendo que um deles são obviamente os passadiços do Sistelo e a Ecovia do Vez. 

Visitando o Sistelo

A principal característica do Sistelo, ou pelo menos, aquilo que torna única são os seus socalcos. Estes parecem retirados de um postal de um país Asiático, e daí a alcunha que esta pequena aldeia ganhou – o Tibete Português. Os socalcos de Sistelo são um excelente exemplo da capacidade humana em adaptar e utilizar os recurso naturais disponíveis, pois foram construídos para maximizar a pouca terra arável disponível. Assim, os socalcos são tão deslumbrantes como vitais para a sobrevivência nesta região!

A aldeia em si é como um postal vivo, com as típicas casas em granito, os espigueiros, as pontes antigas e claro os socalcos. Apesar de ter uma aldeia relativamente pequena tem alguns pontos de referência que vale a pena mencionar como o “castelo” do Sistelo, a igreja, a ponte romana e o antigo moinho.

No entanto, aquilo que realmente impressiona no Sistelo são os diferentes tons de verde na paisagem, as infindáveis cascatas, a água cristalina, o gado a vaguear livremente (ou quase), e claro os famosos socalcos!

Como ir ao Sistelo

Quanto tempo demora a chegar ao Sistelo?

De carro deve dar cerca de 30 minutos para chegar ao Sistelo a partir de Arcos de Valdevez. 

Quanto custa um táxi entre Sistelo e Arcos?

De Arcos de Valdevez a Sistelo, custou-nos 25 euros. Bem, o taxímetro dizia 26.2 Euros mas a taxista foi simpática e arredondou para 25 Euros. Sabemos que durante o verão existe um shuttle, mas nunca o usamos nem conseguimos descobrir o preço.

Se estiver a pensar fazer a pé, veja a secção da ecovia. 

Onde ficar no Sistelo e em Arcos de Valdevez?

Caso decida passar uma (ou várias) noites na região, existem opções de dormida tanto no Sistelo como em Arcos de Valdevez.

Caso opte por Arcos de Valdevez (provavelmente a melhor hipótese) pode também aproveitar para visitar a cidade e as atracções turísticas. Além do mais, fica numa cidade. Pequena é verdade, mas uma cidade com supermercados, restaurantes e hotéis. 

Em Arcos de Valdevez  sugerimos que fique no Luna Arcos de Valdevez. É um hotel & Spa com tudo o que precisa e a preço bem abaixo do esperado para este tipo de hotel. Diríamos mesmo que é dos melhores negócios que já fizemos em Portugal. Pagar menos de 50 Euros (época baixa) por um quarto duplo, com pequeno almoço e acesso à piscina interior, sauna, jacuzzi e banho turco…? O que mais poderíamos querer depois um dia inteiro de trilhos?

Marque aqui a sua estadia.

No entanto, se quiser algo ainda mais barato em Arcos de Valdevez, existe a casa dos confrades que fica muito perto do centro e é perfeita para famílias com filhos, pois os quartos são bons para casais + criança. Veja aqui os preços.
Por outro lado, se preferir algo completamente rústico, talvez deva equacionar ficar no Sistelo. A aldeia é pequena mas veja aqui algumas opções.

Sharing is caring!

So glad to see you are interested in Portugal

Want to be the first one to receive the new Portugal stuff?

Enter your email address below and we'll send you the goodies straight to your inbox.

Thank You For Subscribing

This means the world to us!

Spamming is not included! Pinky promise.