O que visitar em Elvas? 9 lugares a não perder

Elvas é uma pequena cidade portuguesa localizada no Alto Alentejo, mesmo junto à fronteira com Espanha. Durante séculos esta localização tornou Elvas uma importante fortaleza defensiva. De facto, muitos dos lugares a visitar em Elvas são militares e defensivos, como os diversos fortes, muralhas, e o castelo, no entanto existem bastantes outras coisas a fazer em Elvas como explorar o seu centro histórico, saborear a típica comida alentejana, ou visitar o monumental aqueduto da Amoreira.

O que visitar em Elvas

#1 Aqueduto da Amoreira

O aqueduto da Amoreira é de longe o monumento mais visível e reconhecível de Elvas. De facto, para nós é impossível pensar em Elvas e não nos lembrarmos do enorme aqueduto que marca o horizonte da cidade.

No século XVI a cidade de Elvas tinha ultrapassado a sua capacidade de produção de água e por isso foi decidida a construção do aqueduto para trazer água desde a Amoreira até Elvas. A construção começou em 1537 e terminou apenas em 1620. Mais tarde, no século XIX foram feitas enormes obras de renovação e em 1910 foi declarado monumento nacional. Desde 2012 que é parte do património da UNESCO de Elvas.

O aqueduto foi desenhado e construído por Francisco de Arruda, o mesmo arquitecto da Torre de Belém e da Catedral de Elvas. Com 8 km de comprimento e 843 arcos, é considerado o maior aqueduto da Península Ibérica.

O que visitar em Elvas
Aqueduto da Amoreira em Elvas

#2 Forte de Nossa Senhora da Graça

Se o Aqueduto da Amoreira é o monumento mais visivel de Elvas, o Forte de Nossa Senhora da Graça é o mais impressionante, e possivelmente o mais importante. Fica localizado numa colina a norte de Elvas e mesmo ao longe consegue-se ver que lá existe um edifício importante, mas não se consegue perceber o que é, nem a sua monumental dimensão.

O Forte da Graça foi construído no século XVIII no Monte da Graça. É um forte em forma de estrela, numa localização estratégica, defendendo a cidade e impedindo os possíveis invasores de usarem a colina para uma posição de ataque. O forte foi crucial durante as guerras peninsulares (serviu de base para o General Wellington), e nunca foi conquistado, o que demonstra a sua eficácia.

Visitar o forte é provavelmente a coisa mais importante a fazer em Elvas, pois é um monumento enorme, com camadas e camadas de protecções e defesas, sendo possível explora-lo tanto por dentro como por fora e até nas muralhas de forma quase livre. Pode demorar uma a duas horas ou até quatro ou cinco, dependendo da paciência, da atenção ao detalhe de cada um, mas sobretudo de quanto gosta deste tipo de edifícios. Nós adoramos e por isso passamos lá mais de 3 horas.

  • Bilhete: 5 Euros, 8 se fo com visita guiada;
  • Horário: 10:00 as 18:00 (17:00 se for no Inverno)
O que fazer em Elvas
A parte superior do Forte de Nossa Senhora da Graça

#3 Forte de Santa Luzia

O Forte de Santa Luzia é mais uma fortaleza em forma de estrela junto da cidade de Elvas. Desta vez fica a sul da cidade, exactamente do lado oposto do forte da Graça. É mais pequeno, mas mais antigo, 150 anos mais antigo. Ambos os fortes, as muralhas, o castelo e vários outros pequenos fortes são património da UNESCO, formando o que a UNESCO chama “Cidade Fronteiriça e de Guarnição de Elvas e suas Fortificações”.

O forte de santa luzia não é tão marcante como o forte da Graça, as se tiver tempo e gostar de arquitectura militar, também vale bem a pena a visita. Além do mais, pode também visitar o museu militar dentro do mesmo, com toda a história militar de Elvas (que já deu para perceber que é bem longa) e alguns artefactos das várias épocas da história elvense.

Apesar de não ser tão imponente como o Forte da Graça, foi também vital na guerra da restauração da independência, nomeadamente durante o cerco de Elvas e a batalha das linhas de Elvas.

o que ver em Elvas
Entrada do Forte de Santa Luzia

#4 Castelo de Elvas

O Castelo de Elvas fica na parte mais antiga e mais alta da cidade. A sua longuíssima história começa como um castro celta, que depois se Romano, depois visigodo, e no século VIII Muçulmano. Durante os séculos XI e XII a cidade e o seu castelo foram conquistados e reconquistados várias vezes, até que em 1230 se tornou definitivamente português. É ainda hoje possível encontrar vestígios da época Muçulmana nas muralhas e fortificações antigas.

Além das habituais muralhas e torres fortificadas medievais, o castelo oferece também vistas magnificas das longas planícies alentejanas e do forte da Graça. A partir dali é também possível ver Badajoz em Espanha, e percebe-se um pouco melhor quão perto se está dos nossas vizinhos e antigos inimigos. E consequentemente, quão importante era Elvas para a independência portuguesa, e no fundo para a história da Península Ibérica.

coisas para visitar em Elvas
Castelo de Elvas

#5 Muralhas de Elvas

Se as muralhas de Elvas falassem, teriam muito para contar… Tal como referimos acima, as muralhas fazem parte do património da UNESCO de Elvas. Mas estas incluem as muralhas muçulmanas originais, as muralhas medievais que fortificaram a cidade, e ainda as muralhas modernas do século XVII.

De facto, quando entramos em Elvas, estamos a entrar na mais fortificação em baluarte do mundo, com estruturas defensivas em forma de estrela que forma um perímetro de cerca de 10 km. Um olhar atento vê que existem várias muralhas, com vários níveis e de vários tipos que cercam a cidade completamente, tornando-a numa pura cidade guarnição e um testemunho vivo da evolução da estratégia militar durante muitos séculos até ao século XIX.

Existem muitas cidades com muralhas em Portugal e no mundo, mas Elvas está no topo (ou muito perto) na sua dimensão, complexidade e engenho.

Atracções em Elvas
vista de uma das muralhas modernas de Elvas

#6 Centro histórico

Finalmente o centro histórico! Depois de tantos pontos de interesse, especialmente fora (mas perto) do centro, poderia-se começar a pensar que o centro histórico de Elvas não é atraente… mas estaríamos bem enganados. Elvas é uma cidade branca alentejana construída numa colina e com ruas apertadas e bem inclinadas. As magnificas casas brancas com linhas amarelas e as praças históricas fazem de Elvas uma cidade maravilhosa.

Vaguear pela cidade é um prazer, para onde quer que se olhe, encontra-se um novo ponto de interesse, uma nova rua charmosa. No entanto, não se esqueça de levar calçado para caminhar, pois existem partes mesmo inclinadas e as ruas em paralelos tornam a caminhada ainda mais dura. Além do Castelo, existem duas praças que tem de visitar, a Praça da Republica, e o largo de Santa Clara. Vamos explorá-las.

Visitar Elvas
Bonito centro histórico de Elvas

#7 Praça da República

A Praça da República é a praça principal de Elvas, o coração da cidade e o lugar onde as pessoas se juntam nas festas e feiras locais. É uma praça espaçosa em calçada portuguesa, com diversos cafés e esplanadas e vários dos mais importantes edifícios da cidade à sua volta.

A antiga catedral de Elvas fica de um lado da praça enquanto que a casa da cultura e o gabinete de turismo do outro. A casa da cultura é também a antiga câmara municipal e um dos edifícios típicos mais bonitos de Elvas.

A antiga catedral de Elvas foi construída inicialmente no século XVI num estilo gótico e ainda hoje em dia é o edifício mais vistoso da praça. Depois de imensas intervenções, actualmente é um edifício com enormes portas neoclássicas, detalhes manuelinos nas laterais, uma capela barroca e típicos azulejos portugueses no interior.

coisas para fazer em Elvas
Praça da Republica e antiga catedral ao fundo

#8 Largo de Santa Clara

Depois de visitar a Praça da República, recomendamos que continue a sua caminhada Elvas acima pela rua das Portas do Sol até chegar ao largo de Santa Clara, uma praça triangular com imenso charme. Este largo tem um bonito Pelourinho manuelino e é rodeada pelas antiquíssimas muralhas muçulmanas.

Além do entrelaçado Pelourinho, no Largo de Santa Clara podemos ver a igreja das Dominicas e o Arco de Santa Clara. A Igreja das Dominicas é uma igreja bem diferente, devido à sua planta octogonal com uma copula central e as paredes completamente cobertas do azulejos antigos. O arco de Santa Clara é um antigo arco que funciona como porta das muralhas Muçulmanas. Este arco terá sido construído na chamada Porta de Tempre das antigas muralhas.

Estes três monumentos tornam esta antiga praça, um dos lugares mais bonitos de Elvas, e como é a caminho do Castelo, é um destino que irá passar, mesmo que não procure por ele.

pontos de interesse em Elvas
Pelourinho Manuelino no centro e o Arco de Santa Clara ao fundo

#9 Ponte da Ajuda

A ponte da ajuda foi construída para ligar Elvas a Olivença, no século XVI. A ponte foi destruída e reconstruída várias vezes, até que em 1709 o exército espanhol a destruiu e nunca mais foi refeita novamente. As ruínas da ponte são bem impressionantes, foi estamos a falar de uma ponte com 380 metros de comprimento e mais de 6 metros de altura.

Esta era uma ponte muito importante para Portugal pois era a única forma de chegar a Olivença sem passar por Espanha. Como todos os portugueses sabem Olivença é um município que ainda hoje é disputado por ambos os países. Os acordos entre os países dizem que deveria ser Português mas Espanha nunca devolveu o controlo, e assim na prática é Espanhol!

Uma grande parte das ruínas da ponte ainda estão lá, e considerando que já foi destruída há mais de 300 anos até diríamos que está em bom estado. O local é muito agradável pois pode-se apreciar as vistas para o rio e contemplar a paisagem. É também uma boa área para se fazer um picnic e talvez até dar um mergulho quando está calor. Notem que a ponte da ajuda ainda fica a alguns Km da cidade pelo que para lá ir tem de ser de carro.

coisas para fazer em Elvas
Ponte da Ajuda

O que comer em Elvas?

Em geral a comida portuguesa é saborosa e com sustância, mas só quando olhamos para os pratos mais perto é que realizamos o quão local é. Para um país tão pequeno é incrível as diferenças regionais que existem, e o melhor exemplo disso é a comida do Alentejo.

A comida alentejana é bem diferente da do resto do país, com pratos que apenas existem no Alentejo, e dificilmente encontrará noutros locais. Assim, sugerimos quando for a Elvas aproveite para comer pratos locais tanto quanto possível.

Notem que muitos dos principais pratos do Alentejo utilizam muito porco, borrego, pão, azeite, coentros e alho. Assim, alguns dos pratos que tem de experimentar em Elvas (e no Alentejo) são:

  • Açorda – Sopa com muito coentro, ovo e pão velho;
  • Migas – acompanhamento muito típico do Alentejo que consiste em pão frito com azeite, paprika, alho, sal e gordura de porco. É provavelmente o nosso favorito no Alentejo.
  • Ensopado de Borrego
  • Sopa de Cação – sopa de peixe (cação), azeite e coentros;
  • Gaspacho – típica sopa fria de tomate, parecida (mas não igual) aos Gazpacho espanhol; Especialmente boa no Verão.
  • “Qualquer coisa” de Porco Preto – O porco preto (porco ibérico) é uma raça especial de porco que é muito típica no Alentejo. Quem gosta de pratos de porco, experimentar o porco preto deve ser uma prioridade;
o que comer em Elvas
Açorda

No que toca a sobremesas, o Alentejo também tem as suas especialidades muito próprias e são dignas dos deuses. Em Elvas em particular, temos a Sericaia com Ameixa de Elvas. É um doce de origem conventual, e por isso tem muitos ovos e alguma canela. É decorado com as típicas ameixas rainha Cláudia de Elvas. Delicioso!

Se procuram um bom restaurante para experimentar uma boa parte destes pratos alentejanos, podemos sugeria o Adega Regional, onde as nossas refeições foram deliciosas. A qualidade é boa e os preços bastante aceitáveis. Em média custou-nos 10-15 Euros por pessoas já com bebidas e sobremesa. Além do mais fica mesmo no centro, dentro das muralhas pelo que é muito fácil lá ir enquanto se explora o centro histórico.

comida em Elvas
Sericaia

Onde ir perto de Elvas?

Apesar de Elvas ser uma zona bem remota de Portugal, existem algumas outras cidades e atracções importantes, relativamente perto. Não vamos ir muito a fundo sobre cada um deles, pois merecem sem dúvida um artigo própria, mas temos de referir alguns dos mais importantes, pois serão boas sugestões para uma viagem um pouco mais longa.

Vila Viçosa

Vila Viçosa é bem pequenina, mas tem um enorme monumento, o Paço ducal de Vila Viçosa. Este palácio real foi o assento da casa de Bragança, a casa real de Portugal de 1640 a 1910. É um edifício monumental, e para quem gosta de explorar palácios e conhecer mais sobre a história de Portugal é um destino imperdível. Fica a menos de 30 km de Elvas.

Évora

Évora é a principal cidade do Alentejo. Tem imensas coisas para ver e fazer, e está (ou devia estar) na lista de qualquer pessoa que queira visitar Portugal. É por isso um destino maior e mais importante que Elvas, e por isso provavelmente é melhor ideia fazer uma escapada de Évora a Elvas do que o contrário. De qualquer forma, em Évora não pode perder a Capela dos Ossos, o templo de Diana, A Catedral, Praça do Giraldo, e o cromeleque dos Almendres.

Castelo de Vide

Castelo de Vide fica cerca de 75km a norte de Elvas, e é outra pequena cidade branca com um castelo Medieval. É também uma cidade com imensas ruas típicas de paralelos, bem apertadas. É famosa pela sua Judearia. Toda a região à volta de Castelo de Vide é muito agradável, com imensas oliveiras, azinheiras e sobreiros. Já lá fomos imensas vezes e gostamos sempre.

Onde ficar em Elvas

Marvão

Marvão é muito perto de Castelo de Vide, a apenas 10 km é quase a cidade-irmã. Marvão fica no topo de uma montanha, num cenário absolutamente perfeito. O castelo, os jardins, e a vila dentro das muralhas parecem tirados directamente dos tempos medievais. É, na nossa opinião, uma das vilas mais bonitas de Portugal. Veja aqui o que visitar em Marvão.

Day trips from Elvas

Onde Ficar em Elvas?

Além de todos os monumentos espectaculares que referimos em cima, visitar Elvas tem uma outra grande vantagem. Tal como muitas outras cidades do interior de Portugal, é mais barata do que as cidades do litoral, e muito mais barato do que o Algarve e Lisboa.

Em principio não terá grande dificuldade em encontrar um bom pequeno hotel ou hostel para ficar. Existem opções para todo o tipo de viajantes, desde o luxuriante Villa Galé Collection Elvas, à baratinha Alcamim guesthouse. Veja no mapa mais opções:

Booking.com

Qual a melhor altura para visitar Elvas

Para escolher a melhor altura para visitar um destino tomamos em consideração sempre duas coisas, o tempo e as multidões. No entanto, em Elvas é muito difícil apanhar grandes multidões, e assim, isso não será um problema a ter em contra. O tempo por outro lado…

O Alentejo é uma região muito quente no Verão, tão quente que é considerada das regiões mais quentes da Europa. As temperaturas máximas chegam e ultrapassam os 40ºC com alguma facilidade. Assim, Julho e Agosto, provavelmente não serão as melhores alturas para visitar Elvas, pois é bem possível que apanhe temperaturas infernais durante o dia, o que irá arruinar a experiência, ou pelo menos bem mais desconfortável.

Por outro lado, na época intermédia, as temperaturas são mais baixas, mas ainda suficientemente quentes para ser agradável. Assim, a nossa sugestão passa por viajar a Elvas durante a Primavera ou o inicio do Outono. Nós gostamos particularmente de Elvas durante a Primavera, quando os campos estão bem verdes devido às chuvas de Inverno.

Durante o Inverno, chove bem menos que na zona norte, e até do que em Lisboa, e raramente está muito frio. Assim, se estiverem a planear uma viagem de Inverno em Portugal, Elvas (e o resto do Alentejo serão uma boa hipótese).

Escapadinha de um dia a Elvas

Uma nota final que achamos bastante relevante. É possível ver grande parte de Elvas num dia apenas. Além do mais, é perfeitamente possível fazer uma viagem de um dia de Évora a Elvas. Por outro lado, ir de Lisboa ou do Algarve a Elvas pode não ter tão boa ideia assim, pois é demasiado longe. Vai perder grande parte do dia no carro ou autocarro.

Sharing is caring!

So glad to see you are interested in Portugal

Want to be the first one to receive the new Portugal stuff?

Enter your email address below and we'll send you the goodies straight to your inbox.

Thank You For Subscribing

This means the world to us!

Spamming is not included! Pinky promise.