Os mais tradicionais tipos de pão em Portugal

Os Portugueses adoram pão, comemos em qualquer refeição, seja ao pequeno-almoço, almoço ou jantar. Como contava a saudosa Amália     Rodrigues “Numa casa portuguesa fica bem, pão e vinho sobre a mesa”

É bastante fácil encontrar bom pão em Portugal pois existem milhares de padarias vendendo uma variedade incrível de pão.  Mas com toda esta variedade pode ser difícil perceber o que é o quê, e escolher o melhor pão. Para facilitar a vossa vida, juntamos uma lista dos melhores pães típicos de Portugal!

Melhores e mais tradicionais tipos de pão em Portugal

#1 Broa – Pão de Milho Português

Em Portugal, Broa é sinónimo de pão de milho, ou seja, uma broa é o típico pão feito com farinha de milho e trigo, ou farinha de milho e centeio, ou ainda feita apenas com farinha de milho. Esta é um pão com uma crosta crocante, mas denso e húmido no interior. Existem imensas variedades de broas, umas mais amarelas outras mais brancas, dependendo sobretudo do tipo de farinha de trigo usada. Normalmente a mais amarela é mais adocicada. 

Historicamente este pão está mais associado ao povo e aos mais pobres. Enquanto que o pão de trigo estava apenas disponível para os mais rico (devido ao elevado preço), a broa de milho era sobretudo comida pelos mais pobres. No entanto, não deixe que esta reputação o desencoraje a experimentá-lo, o pão de milho português é delicioso. 

A broa é um pão tradicional em todo o país, mas especialmente no norte e no centro de Portugal. A broca é comida com tudo, mas é especialmente famosa a dupla na festas populares: uma fatia de broa de milho com uma sardinha em cima. Ou então como entrada com azeite e azeitonas. 

Broa - o mais típico pão português
Broa como entrada num restaurante

#2 Broa de Avintes

A famosa Broa de Avintes é um pão denso e escuro, feito com farinha de milho, centeio e malte. É cozinhado por uma período muito longo, 5 a 6 horas. Tal como diz o nome, tem origem em Avintes, Gaia, no norte de Portugal.

A Broa de Avintes tem um sabor ligeiramente agridoce, uma textura húmida, mas é sobretudo marcado por ser extremamente denso. Tem também uma forma curiosa, semelhante a um sino. É assim um pão bem peculiar. Devido à sua cor, muitas vezes as crianças chamavam-lhe pão de chocolate, mas o sabor nada tem a ver (obviamente). Por fim, uma outra curiosidade, em Avintes, é habitual comer a broa frita em fatias. 

Pão tradicional português
Broa de Avintes

#3 Regueifa

A regueifa e um pão de trigo muito fofo, com uma ligeira crosta e um interior branco, quase esponjoso. Com a forma de um círculo (entrelaçado) é muito tradicional no minho e Aveiro. Não é fácil de encontrar fora destas regiões, sobretudo no sul de Portugal e ilhas.

Os portugueses tinham o hábito de comprar uma regueifa ao domingo, levando no braço. Por isso era também chamado de Pão de Domingo ou rosca. É um pão macio e delicioso, mas é melhor quando consumido fresco (de preferência ainda quente), pois não envelhece muito bem.

Existe também a chamada regueifa doce que é tradicional na Páscoa. Esta é doce, feita com açúcar, canela e limão(e vinho do porto em algumas receitas).

Pão tipico Portugues
Regueifa de Domingo

#4 Pão Alentejano

Tal como o nome nos diz, este pão vem do Alentejo, e é um dos pães mais típicos e populares em Portugal. É feito com farinha de trigo, tem uma crosta acastanhada e é fogo no interior. O seu sabor é ligeiramente azedo pois é feito a partir de massa mãe. Tem também uma forma muito característica, pois é mais alto de um dos lados. Resumindo, é divinal. 

O pão é a base da alimentação e da cozinha alentejana e por isso o pão alentejano é extremamente versátil. Tanto é usado em pequenos almoços, ou a acompanhar um prato, como é usado como um dos ingredientes fundamentais em muitos pratos típicos do Alentejo, como a açorda ou as migas. Ou então, às vezes, um simples pão com azeite/azeitonas chega para nos satisfazer.

O Alentejo, ao contrário da maioria das regiões do país era rico em trigo (o celeiro de Portugal como era chamado durante o estado novo). Isto significa que a farinha de trigo estava muito mais disponível lá, e por isso o pão de trigo era frequentemente usado.

Pão Portugues
Pão Alentejano

#5 Pão de Mafra

O Pão de Mafra é um dos pães mais famosos de Portugal, e muito especialmente na região de Lisboa. Produzido na cidade de Mafra, a cerca de 40 Km de Lisboa, é um pão com crosta crocante e um interior muito leve, com elevada percentagem de hidratação e inúmeras bolsas de ar. É possível encontrar pão de Mafra com bastantes formatos diferentes, mais redondos ou alongados, mas qualquer que seja a forma é normalmente delicioso. 

Para ser oficialmente um pão de Mafra, este tem de seguir alguns instruções específicas, nomeadamente: ser produzido em Mafra, ser feito com ingredientes da região, ser cozido num forno tradicional de lenha e uma hidratação acima de 80%. Apesar disto, é relativamente fácil de encontrar este pão, especialmente na região de Lisboa. 

#6 Papo seco, carcaça, molete, bijou

O papo seco ou carcaça é um pequeno pão individual com forma ligeiramente alongada e um rasgo no meio. É um pão fofo, feito de farinha de trigo e uma muito ligeira crosta. Enquanto que o molete ou bijou, é um pão ainda mais pequeno, redondo mas igualmente fogo e com ligeira crosta. Na realidade, e apesar de todos os nomes diferentes, estes pão são muito parecidos, e o que mais varia é o nome que se lhe dá em cada região. No norte, usa-se mais molete, no centro papo seco e em Lisboa carcaça.

Este tipo de pão é o mais comum em Portugal. É comido ao pequeno almoço, como snack, e em sandes. Ao contrário do que acontece em muitos outros países, em Portugal o pão individual é o mais barato. Isto aconteceu sobretudo devido a razões políticas durante a época do estado novo, e assim se manteve. É o pão português mais fácil de encontrar, e está em todas as padarias portuguesas. 

Pão tradicional
Saco de pão com Papo Secos

#7 Bolo do Caco

O bolo do caco é um pão de trigo tradicional da Madeira. É um pão achatado, pouco fermentado, redondo, com menos de 3 cm de altura e com a forma de um bolo, daí o nome. Tradicionalmente o pão é cozido no Caco, uma placa de pedra de basalto plana, mas também pode fazê-lo numa frigideira.

O Bolo do Caco é muito bom, principalmente com manteiga de alho. Mas também é usado para fazer sanduíches com presunto, queijo, ovos fritos … ou então para fazer uma deliciosa variação do típico prego.

bolo do caco - o delicioso pão português da madeira
o delicioso bolo do caco

#8 Bolo lêvedo ou pão lêvedo

Os bolos lêvedos são pães de trigo típicos dos Açores, em particular a ilha do Faial. Hoje em dia eles são doces, mas antigamente costumavam ser salgados, não tinham ovos e eram comidos durante a Quaresma da Páscoa. Actualmente são macios, doces, torrados do lado de fora, mas levemente mal cozidos por dentro. Tradicionalmente, eles eram cozidos em forno a lenha, mas normalmente são feitos em uma frigideira no fogão.

Os bolos lêvedos podem ser consumidos com tudo, mas são especialmente bons com geleia e queijo fresco. Quando visitar os Açores, não se esqueça de experimentar o bolo lêvedo – existe até uma expressão que diz “visitar as Furnas e não comer bolo lêvedo é como ir a Roma e não ver o Papa”.

#9 Pão da Mealhada

Por vezes também chamado de Coroa (devido à forma redonda com 4 bicos), o pão da Mealhada é o típico pão da região da Bairrada. Este pão é relativamente pequeno e é muito apreciado em toda a região centro do país. No passado costumava ser feito com farinha pouco refinada e em forno a lenha, actualmente nem sempre é assim.

O Pão da Mealhada é também extremamente famoso por causa das não menos famosas sandes de leitão. O Leitão à Bairrada é um prato mais típico da Mealhada, e um dos mais popular em Portugal. As pessoas fazem centenas de Km para lá ir comer esta iguaria tradicional. Como não poderia deixar de ser, a sandes de Leitão é uma das melhores sandes de Portugal, pois é feita com pão da Mealhada e leitão. Se nunca comeu leitão ou sandes de leitão, tem de os colocar no topo das vossas listas.

Pão da mealhada e a famosa sandes de leitão
A famosa sandes de leitão

#10 Pão de alfarroba

O pão de alfarroba é um pão tradicional do sul de Portugal, e é feito com farinha de trigo e farinha de alfarroba. Alfarroba é a fruta da Alfarrobeira, uma árvore nativa da região Mediterrânica e que existe em muita abundância no Algarve.

No Algarve, a alfarroba é usada para fazer o pão, mas também bolos, bolachas e até produzir licores. A semente é seca e moída, transformando-a em farinha. Historicamente, quando havia falta de trilho, os algarvios juntavam alfarroba para poupar ao fazer o pão. Este pão de Alfarroba é bastante escuro e denso, tendo o seu sabor notas de malte. Não é um dos nossos favoritos, mas tem com certeza um sabor distinto. 

Que pão comer em Portugal?

#11 Padas

Padas é um pão típico do centro de Portugal, mais propriamente da região de Aveiro. Este pão tem o formato de duas pequenas bolas de pão unidas. É feito com farinha branca de trigo ou farinha integral, tornando-o mais claro ou mais escuro. Este é um pão com muito alta percentagem de hidratação, tendo por isso um interior com muito ar e uma crosta estaladiça. 

Este era um pão tradicionalmente feito em fornos domésticos, especialmente na zona do vale de Ílhavo, mas actualmente é feito um pouco por todo o país. 

pão popular Portugues
Padas integrais

#12 Pão de Rio Maior

Feito a partir de farinha de trigo, o pão de Rio Maior tem uma crosta crocante, e um interior fofo e delicioso. Em termos de forma, este é um pão que pode ser individual ou grande e servido às fatias. Tal como o nome sugere este pão vem da cidade de Rio Maior, a 72 km de Lisboa.

Inicialmente o pão de Rio Maior como famoso frango de churrasco português, mas actualmente é servido com qualquer prato e vendido em todo o país.

Pão Portugues
Pão de Rio Maior

#13 Pão de Centeio

Feito com centeio, este pão é denso, seco e acastanhado, normalmente com uma crosta crocante e rachada. Típico do interior do país, nomeadamente da Guarda, costumava ser cozido nos fornos comunitários, onde cada família fazer o seu próprio pão de centeio. 

Tanto o pão de milho como o pão de centeio eram uma das bases da alimentação, os mais cometidos no passado, uma vez que Portugal não produzia trigo em quantidade suficiente. Apenas o Alentejo produzia trigo, e não era suficiente para todo o país.

Pão de centeio
Pão de centeio

#14 Pão de leite

O pão de leite é feito com farinha de trilho, manteiga, ovo e, claro, leito. Além  de ser ligeiramente doce, é um pão extremamente fofo e suave, e por isso as crianças adoram-no. Apesar de não ser um pão histórico ou com uma tradição antiga, encontra-se facilmente em muitas padarias pois é muito apreciado pelos Portugueses.

#15 Bolo de Azeite

O bolo de azeite é um feito com azeite, ovos e farinha de milho. Apesar de se chamar Bolo de Azeite, este é um pão e não um bolo. Foi dado este nome para se diferenciar do pão tradicional comido no dia-a-dia, uma vez que o bolo de azeite é muito mais rico e guardado para ocasiões especiais. Tradicionalmente o bolo de Azeite era comido na pascoa, e é muito típico do interior de Portugal, nomeadamente da zona da Guarda e Covilhã, onde o azeite é produzido em abundância.

Este não é um pão fácil de encontrar mas se estiver a viajar pelo interior de Portugal e o conseguir encontrar, experimente! Vale a pena.

 

Como podem ver, Portugal tem uma rica história e tradição de pão, com imensa variedade e tipos de pão. E, acreditem que apenas cobrimos alguns dos mais importantes. Nas padarias portuguesas vão encontrar uma ainda maior variedade de tipos de pão, como o pão de rio Maior, as caralhotas de Almeirim, o pão de centeio de Castro Laboreiro, o pão de água, o pão de Cornos… Muitas aldeias e vilas têm a sua própria broa de milho ou pão de centeio típico, mas aqui apresentamos os mais relevantes, os melhores, os mais tradicionais pães de Portugal.

Pin

Os mais tradicionais tipos de pão em Portugal
Os mais tradicionais tipos de pão em Portugal

Sharing is caring!

shares